• Conheça nosso jeito de fazer contabilidade

    Além dos procedimentos rotineiros de escritório contábil, buscamos oferecer sempre mais aos nossos clientes. Por isso temos um repertório de serviços diferenciados, executados por profissionais capacitados.

Notícia

Comissão aprova proposta que torna obrigatório registro no Siafi da execução orçamentária das transferências federais Fonte: Agência Câmara de Notícias

Atualmente o sistema não permite o acompanhamento da execução das verbas repassadas aos entes federativos pelo governo federal

Atualmente o sistema não permite o acompanhamento da execução das verbas repassadas aos entes federativos pelo governo federal

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 4171/20, que obriga o registro no Siafi da execução orçamentária e movimentação financeira dos recursos federais, obrigatórios e voluntários, recebidos pelos estados, Distrito Federal e municípios.

Criado e operado pela Secretaria do Tesouro Nacional, o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) é usado pela administração pública federal para registrar a execução de todas as receitas e despesas públicas.

Atualmente o sistema não permite o acompanhamento da execução das verbas repassadas aos entes federativos pelo governo federal.

Pelo texto aprovado, o registro deve ser realizado tanto pela União como pelo ente federativo, de modo a permitir a rastreabilidade do valor transferido. Caberá ao governo federal fazer as adaptações necessárias no Siafi para garantir a inserção dos dados pelos entes.

Transparência
O projeto foi aprovado na comissão com parecer favorável do relator, deputado Sanderson (PSL-RS). Para ele, as medidas propostas ampliam a fiscalização dos recursos públicos e possibilitam a criação de uma Siafi nacional.

“A obrigatoriedade do registro dos dados irá conferir uma maior transparência ao repasse de recursos federais aos demais entes federativos”, disse.

A proposta é de autoria do deputado General Peternelli (PSL-SP) e outros. O parlamentar afirma que o registro da execução dos repasses federais é necessário devido ao alto valor envolvido. “O montante dessas transferências é significativo, razão pela qual são imperiosos o controle e o acompanhamento da execução orçamentária”, disse.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).